Como revender roupas de marca importando do exterior

Revender roupas de marcaApesar de já ter importado MUITOS produtos, desde roupas, perfumes, suplementos etc; eu nunca revendi nada porque eram para consumo próprio.

O objetivo era realizar compras evitando os preços ABUSIVOS no Brasil, e não especificamente criar um negócio.

Como já tenho uma microempresa em outro ramo que ocupa grande parte do meu tempo, não fazia sentido começar um outro negócio, mesmo sabendo que é muito lucrativo importar e revender roupas de marcas e outros itens.

É bizarro como uma camiseta da Hollister que custa US$18~20 nos EUA é revendida aqui no Brasil por R$150~200. Considerando o dólar a R$2,3; isso dá um preço de 4 a 5 vezes maior!

À princípio, parece loucura alguém pagar um preço tão alto pelo mesmo produto, mas isso acontece porque, no Brasil, ainda há poucas pessoas que conhecem a realidade dos preços no exterior e também existe a cultura da ostentação, em que é “chique” pagar caro e exibir marcas (coitados, nem sabem que estão queimando dinheiro…).

Para empreendedores, esta é uma ótima oportunidade de lucrar alto e, atualmente, já há pessoas dedicadas somente à revenda de roupas de marcas originais dos EUA e outros países.

 

Como começar a revender roupas de marcas originais?

Há 2 maneiras de iniciar o seu negócio:

1) Maneira menos eficiente

Você viaja à Miami, lota as malas de roupas e acessórios (principalmente, os vendidos em outlets, que são as famosas lojas de liquidação dos EUA) e, depois, revende no Brasil.

Muitas pessoas vivem disso, mas exige um investimento inicial relativamente alto porque você terá custos de passagem aérea, hotel, refeição etc. Além disso, para compensar a viagem, obviamente que terá que comprar o máximo que puder para formar o seu estoque até o próximo embarque.

Como todo negócio, existe o risco dos seus produtos não terem boa aceitação e não venderem como se esperava.

 

2) Maneira mais eficiente

Você compra diretamente nas lojas oficiais dos EUA pela internet e recebe no Brasil, mantém um estoque relativamente baixo para diminuir o risco do negócio e avalia quais modelos vendem mais. Somente depois disso, aumenta-se o estoque de acordo com as vendas e pedidos dos clientes.

Mesmo se as vendas forem abaixo do esperado, você terá pouco dinheiro “parado” no estoque.

Para aprender mais sobre importação de roupas originais de marcas famosas, seja para revenda ou consumo próprio, clique aqui e veja a maneira mais rápida para começar ainda hoje!